quarta-feira, 15 de abril de 2009

Que linda homenagem :D

Olá, hoje vou postar uma poesia que, minha querida amiga ,Elisabeth, fez para mim.

Meu Raulzito

Reconheço um poeta quando esbarro nele.
A vida a desprender de um coração inspirado
Ultrages mil a desesperança que brota.
Louva o amor, rejaça a discórdia, critica a falsidade.

Ser poeta não é ser calmo, reflexivo,
É ter na alma um sonho musicado
Importando pouco se decifrado ou não
Xongas e milongas que se vão, há vida. E
A alegria é o que importa, mesmo quando é a
Solidão e tristeza quem dão o tom da prosa.

E a vida resnasce.

O céu desanuvia.

Paixão, poder, polidez, palavras,
Orgulho, orvalho, ombriedade,ódio,olor,coragem
E esperança criam temas originais
Todo Tobias não é poeta, mas no Tobias
A essência de Raul a gerar um Raulzito de emoções.

Elisabeth

Muito obrigado Beth, foi a melhor poesia que já fizeram pra mim. :D

2 comentários:

Tobias Lopes disse...

Gente,não sei se vocês perceberam que, essa poesia é um acrostico:
Raul Seixas e o Poeta, confesso que
quando li, não percebi pq as letras não estavam separadas. hehe

Glaucia disse...

Maravilhoso!!